A VIVER SEM MEDO?

20161204_143827.jpg

Todos nós temos medo de qualquer coisa que enfrentamos a um dado momento das nossas vidas. No início, quando éramos bebés, a sensação de medo era sentida quando qualquer som forte se fazia sentir. O bebé chorava imediatamente com medo. No caso de um bebé, ele recolhe sons e imagens e armazena-as na mente, como associações de ‘som-imagem’. A mente não é nada mais do que uma grande coleção destas associações. À medida que crescemos para adultos, recolhemos uma grande amálgama destas associações. Vamos chamar-lhes – ‘memórias’. Algumas memórias são agradáveis e outras horríveis. Algumas dão prazer e outras dores! As memórias terríveis desenvolvem-se em uma forma de medo que residem no fundo da mente e constroem uma fortaleza à volta delas e ninguém pode entrar lá! São essas formas de medo que são assustadoras. Elas moldam o comportamento do indivíduo pela via negativa.

A teoria que eu gostaria de depositar é muito simples. Julgo que o homem é um espírito que tem uma alma que vive em um corpo. O corpo é neutro; nem bom, nem mau. A alma está conectada profundamente com a mente que, está conectada com os cinco sentidos – a visão, o olfato, o tacto, o gosto e a audição. As memórias que nós armazenamos entram pelos cinco sentidos!

Todas as situações que nós encontramos conseguem ser analisadas por estas memórias que resultam em que o corpo vá em direção boa ou má. O corpo é uma parte muito importante mesmo porque é um veículo da alma. A morte do corpo causa uma paragem nas obras da alma.

E o espírito? O que é isto? …

Na exato momento da nossa concepção, quando o ovo e o esperma se encontram, um espírito mais único, entra no núcleo que se desenvolverá em vida que cresce continuamente até se formar no bebé completo. O processo é tão complexo que apenas deus sabe!

Então! Regressando ao assunto do medo, agora, pode-se entender que todas as coisas que o ser humano aceita pelos cinco sentidos são responsáveis pelos nossos medos. O que vemos na televisão? O que lemos nos livros e jornais? O que ouvimos pelo rádio? O que tocamos? Que comida comemos? Estas são as razões para os nossos medos. Por exemplo, quando você ouve que um criminoso está livre e foi visto na sua aldeia, seria impossível para você ir lá fora porque tem medo que ele o mate… não é?

A solução para todos os seus medos é muito simples! Proteja a mente de toda a informação má que entra na sua mente. Verifique tudo e aceite só a informação que constrói!

A formula: Imagens =pensamentos= decisões= ações = hábitos = carácter = por ultimo …

destino!

Para mudar o destino tem que reverter a formula:

Para um bom destino, mude o carácter.

Para mudar o carácter, mude os hábitos.

Para mudar os hábitos, mude as ações.

Para mudar as ações, mude as decisões.

Para mudar as decisões, mude os pensamentos. E por último,

para mudar os pensamentos mude o que vê, ouve, cheira, saboreia e toca!

Autor:  Joseph Canisius Dias

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s